Cursos de capacitação oferecidos pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas. 

CapaConsiderando o cenário da pandemia de Covid-19 que preconiza o distanciamento social como uma das medidas de prevenção, o Curso Básico de Atualização em Tuberculose. foi produzido com a necessidade de atualizar informações sobre Tuberculose para os profissionais e estudantes da área da saúde e da educação e população geral, as capacitações serão realizadas de modo virtual.

Público: Servidores públicos estaduais e municipais, colaboradores de empresas privadas, estudantes e público geral.

Objetivos: Disponibilizar informações sobre o manejo da tuberculose em tempos de Covid-19; Atualizar informações sobre o diagnostico e tratamento da tuberculose; Promover a qualidade das informações sobre o manejo da Tuberculose; Formar multiplicadores de mãos de obra qualificada ao desenvolvimento de ações de enfrentamento da tuberculose.

Carga Horária: 12h.

Referências Bibliográficas:

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Manual de recomendações para o controle da tuberculose no Brasil, 2ª edição, 2019.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Coordenação-Geral de Desenvolvimento da Epidemiologia em Serviços. Guia de Vigilância em Saúde: volume único. – Brasília: Ministério da Saúde, 2019.


A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – FVS-AM através do Centro de Educação a Distância – CEAD, produziu o Curso Básico de COVID-19, visando atender uma demanda emergencial de profissionais da área da saúde e demais interessados que necessita ser capacitada em noções básicas sobre o novo coronavírus, na modalidade de educação a distância. 

Público alvo: profissionais de saúde e público em geral. 

Carga-horária: 20 h/a

Período de realização: 01/2021 a 12/2021


O curso tem como objetivo capacitar as equipes de atenção primária e vigilância epidemiológica dos municípios do Amazonas para atuação no monitoramento do isolamento dos casos confirmados de COVID 19, bem como, no rastreamento de contatos.